Sistema FAEP/SENAR-PR

Clima ajuda e Paraná encerra plantio do milho safrinha

Áreas que não receberam milho safrinha devem ser semeadas com trigo no Paraná

O Paraná encerrou a semeadura do milho safrinha com clima apresentando boas condições. De acordo com dados da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab), o estado dedicou 1,86 milhão de hectares para a cultura, praticamente a mesma área da temporada passada.

Do total, 50% da futura safra se encontram no estágio de desenvolvimento vegetativo, 29% na maturação e 18% na frutificação e 3% na maturação. Em função das pragas registradas na safra de verão, como alto indica de ferrugem asiática e lagarta falsa medideira, técnicos da Seab estão orientando que os produtores realizem entre 2 e 3 aplicações de inseticidas.

Apesar do bom cenário estadual, os núcleos de Maringá e Londrina exigem cuidados, pois o plantio ocorreu de forma tardia. Em Maringá, as cooperativas apontam que pode ocorrer uma redução na adubação das lavouras e uso de sementes com menor tecnologia, reflexo do baixo preço de comercialização do grão. Em Londrina, 20% da área poderão ficar expostas ao risco de geada pelo plantio tardio. Juntas, as das regiões representam 426 mil hectares, 22% da área estadual.

5.346
quilos por hectare é o rendimento previsto para safrinha de milho 2014/15. A quantidade é 2% menor em relação a registrada na temporada passada, reflexo do baixo investimento realizado pelos produtores.
Fonte: Gazeta do Povo – 16/04/2015

Sistema FAEP

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio