Sistema FAEP/SENAR-PR
Comissão Estadual das Mulheres da FAEP tem sido destaques em eventos regionais e nacionais

Comissão de Mulheres da FAEP marca presença no AgroBIT 2022

Coordenadoras participaram da Academia AgroBIT para Mulheres do Agro, espaço com programação dedicada à representatividade feminina

Nesta quarta-feira (9), a Comissão Estadual de Mulheres da FAEP (CEMF) participou da Academia AgroBIT para Mulheres do Agro, no AgroBIT Brasil 2022, realizado em Londrina, na região Norte do Paraná. O espaço abrange uma programação exclusiva para produtoras e gestoras de propriedades rurais, com debates sobre a participação feminina no agronegócio. O AgroBIT é um dos maiores eventos de tecnologia e inovação para o setor do Brasil, e conta com apoio do Sistema FAEP/SENAR-PR.

A CEMF abriu a programação do espaço com uma apresentação sobre o grupo e o trabalho que vem sendo desenvolvido em todo o Paraná, para um público de 200 pessoas. Ainda, o grupo falou sobre o uso de tecnologias na produção de leite e de grãos. Estiveram presentes no evento a coordenadora da CEMF, Lisiane Rocha Czech, e as coordenadoras regionais Carla Rossato, Ligia Perri, Maria Beatriz Orso e Marisa Acorsi.

“Estamos felizes com a oportunidade de participar de um evento como o AgroBIT. É um momento muito importante para divulgar o trabalho que estamos fazendo e reforçar a atuação da Comissão Estadual no Paraná, mobilizando mais mulheres para que participem dessa caminhada conosco, com capacitação e conhecimento técnico. Essa parceria feminina vai fazer o agro ainda mais forte”, destacou Lisiane.

A criação das comissões locais foi um dos destaques do painel da CEMF. Em menos de dois anos, o grupo superou a meta, somando mais de 40 comissões locais formalizadas juntos aos sindicatos rurais do Paraná.

Além disso, a CEMF destacou o suporte dado pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, principalmente em relação às capacitações e treinamentos para o público feminino, como o Mulher Atual. Ainda, consultorias personalizadas foram disponibilizadas pela FAEP para identificar as demandas de cada município, com o objetivo de compreender o propósito das comissões locais e transformar ideias em um plano de ações.

Na avaliação das coordenadoras, a mulher do agro também deve se conscientizar da responsabilidade de levar informação às demais produtoras. Na área de bovinocultura de leite, Lisiane comentou pontos importantes que pautam a atividade na sua fazenda leiteira, tais como desafios, evolução da produtividade e investimentos em tecnologia. Na produção de grãos, Carla elencou os principais resultados desde a implementação da Agricultura de Precisão (AP) em sua propriedade.

Prêmio Produtor Rural 4.0

A coordenadora regional da CEMF Carla Rossato, produtora rural de Sertanópolis, conquistou o 1º lugar na segunda edição do Prêmio Produtor Rural 4.0, realizado pelo AgroBIT Brasil. O concurso tem como objetivo reconhecer produtores rurais que utilizam inovação e tecnologia em seus processos, serviços ou produtos, com melhoria efetiva dos resultados e promoção à sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Carla é agricultora de soja e milho na região Norte do Paraná e sócia da Agropecuária Rossato & Filhas. Na safra 2021/22, a produtora testou em primeira mão a semeadura em taxa variável e a combinação de genética no mesmo campo, obtendo bons resultados. Em uma das propriedades, a Fazenda Bom Jesus, onde foi utilizado o sistema de semeadura e adubação em taxa variável, GPS em máquinas agrícolas e zonas de manejo, o resultado foi um ganho de 319 kg/ha (+19%) com taxa variável na zona de alta fertilidade.

Bruna Fioroni

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo, trabalhou na cobertura do setor agropecuário e comunicação governamental no Mato Grosso do Sul. Tem experiência como social media e com marketing digital. Atualmente trabalha como jornalista no Sistema FAEP/SENAR-PR.

Comentar

Boletim no Rádio

Boletim no Rádio