Sistema FAEP/SENAR-PR

Entregas de fertilizantes no Brasil caem 2,3% no 1º semestre, diz Anda

Transporte das mercadorias foi afetado pelo pela greve dos caminhoneiros e posterior aplicação da tabela do frete mínimo

SÃO PAULO (Reuters) – As entregas de fertilizantes ao mercado brasileiro cresceram 3,8 por cento em junho, para 2,99 milhões de toneladas, mas fecharam o primeiro semestre do ano com queda de 2,3 por cento, a 12,83 milhões, informou nesta terça-feira a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).

Conforme a entidade, o desempenho na primeira metade de 2018 reflete os protestos de caminhoneiros e aplicação da tabela de fretes mínimos, que tem impactado o transporte de mercadorias.

Em junho, as culturas mais representativas nas entregas de fertilizantes foram a soja, os produtos de inverno, como o trigo, além da cana-de-açúcar no Sudeste do país.

Já as importações de fertilizantes intermediários em junho registraram leve aumento de 0,6 por cento, a 2,6 milhões de toneladas, enquanto no semestre recuaram 7,7 por cento, para 11 milhões.

Quanto à produção nacional de fertilizantes intermediários, esta recuou 10,1 por cento em junho, para 651,47 mil toneladas, e 6,1 por cento no semestre, para 3,77 milhões.

Fonte: Reuters

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio