Sistema FAEP/SENAR-PR

Entrevista: assessor da FAEP fala sobre erradicação da febre aftosa

Em encontro no Uruguai, Cosalfa definiu medidas para erradicar a doença até 2020. Em entrevista, Antônio Poloni comenta sobre as duas principais resoluções que precisam ser adotadas pelos países

Estamos a um passo de alcançar o status de uma área livre de febre aftosa. O assunto foi levantado durante a quadragésima terceira reunião da Comissão Sul-Americana para a Luta Contra a Febre Aftosa, a Cosalfa, entre os dias 7 e 8 de abril, em Punta del Este, no Uruguai. O encontro reuniu representantes dos setores público e privado de 13 países da América Latina (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Uruguai)  que compõem a Cosalfa. O grupo de nações definiu sete resoluções para intensificar o trabalho da erradicação da febre aftosa até 2020.

Em entrevista, o assessor da presidência da FAEP e ex-secretário da Agricultura do Paraná, Antônio Poloni, comenta sobre as principais medidas levantadas durante a reunião.

Sistema FAEP

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio