Sistema FAEP/SENAR-PR

Importação de soja pela China cresce 23% em fevereiro

Somando janeiro e fevereiro deste ano, a maior compradora mundial da oleaginosa negociou 13,19 milhões de toneladas

As importações de soja pela China, maior compradora mundial da oleaginosa, cresceram 23% em fevereiro ante o mesmo período do ano anterior, para seu maior nível para o mês desde pelo menos 2010, a 5,54 milhões de toneladas, mostram dados alfandegários divulgados nesta quarta-feira (8). As importações caíram cerca de 28% na comparação com as 7,66 milhões de toneladas importadas em janeiro, segundo os números da Administração Geral de Alfândega da China.

“A demanda de esmagamento ainda está razoavelmente forte e a capacidade de esmagamento têm continuado a crescer, o que é uma continuação da tendência de janeiro”, diz Monica Tu, analista da Shanghai JC Intelligence Co. “Mas os números ainda estão abaixo do que o mercado esperava. Provavelmente porque alguns carregamentos tiveram atrasos ao passar pela alfândega”, acrescenta.

As importações de soja da China em janeiro e fevereiro neste ano totalizaram 13,19 milhões de toneladas, 30% acima das 10,17 milhões de toneladas importadas no mesmo período de 2016. Esse foi o maior volume desde pelo menos 2010.

As importações de óleos vegetais em fevereiro caíram pouco mais de um quarto ante o mês anterior para 410 mil toneladas, mostram os dados.

Fonte: Reuters

Carlos Filho

Jornalista do Sistema FAEP/SENAR-PR. Desde 2010 trabalha na cobertura do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial). Atualmente integra a equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR na produção da revista Boletim Informativo, programas de rádio, vídeos, atualização das redes sociais e demais demandas do setor.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A4228
  • AX4A4219
  • 04128_LIDERES_2022
  • 08760_LIDERES_2022
  • 04117_LIDERES_2022
  • 04039_LIDERES_2022
  • 04069_LIDERES_2022
  • AX4A4850
  • 03552_LIDERES_2022

Boletim no Rádio