Sistema FAEP/SENAR-PR

Mandioca: Com maior demanda industrial, preços seguem firmes

Segundo Cepea, chuvas frequentes em várias regiões na última semana impediram a entrada de máquinas e caminhões nas lavouras

Os preços da mandioca estão em alta, sustentados pela maior demanda industrial, principalmente de farinheiras, e pela menor oferta de raiz, que também resultou em queda no volume processado. Segundo pesquisadores do Cepea, chuvas frequentes em várias regiões na última semana impediram a entrada de máquinas e caminhões nas lavouras.

Além disso, diante das recentes quedas de preços, o interesse pela colheita tem diminuído, e produtores vêm priorizando cada vez mais o plantio da nova safra, deslocando a mão de obra. Entre 26 de maio e 2 de junho, a média semanal a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia ficou em R$ 451,64 (R$ 0,7855 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 1,3% frente à semana anterior.

Fonte: Cepea

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio