Sistema FAEP/SENAR-PR

Movimento pede duplicação da PR-323 no Noroeste

A primeira manifestação aconteceu no dia 29 de janeiro com a participação de 130 pessoas em Cafezal do Sul. Ouça a matéria com os presidentes dos Sindicatos Rurais, Braz Predini (Altônia) e Dourvan Westphal (Cidade Gaúcha)

Diversas entidades do Noroeste paranaense participam do movimento “Vítimas do Descaso, PR-323, duplicação já!”. É o caso dos Sindicatos Rurais da região. O movimento prevê manifestações sempre no último domingo de cada mês  para chamar a atenção do governo do Estado sobre a necessidade de duplicação do trecho de 220 quilômetros da PR-323, que liga Maringá a Francisco Alves.

A primeira manifestação aconteceu no dia 29 de janeiro com a participação de 130 pessoas em Cafezal do Sul. Em Altônia, o presidente do Sindicato Rural, Braz Pedrini, destaca que o objetivo do movimento é pressionar o governo estadual para que a duplicação saia do papel. A matéria completa você confere na primeira edição do Boletim Informativo de 2017.

Ouça a matéria

 

Sistema FAEP

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio