Sistema FAEP/SENAR-PR

Paraná vai colher maior safra de trigo da história

trigoO Paraná deverá colher neste ano 3,97 milhões de toneladas de trigo, a maior safra da história do Estado, conforme o relatório do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento. A safra quebra um recorde de 27 anos, pois até então, a maior produção registrada era a de 1987, com 3,3 milhões de toneladas. O levantamento, correspondente ao mês de agosto, indica que a oferta de grãos em setembro poderá atender toda a demanda de um mês de consumo do Brasil.

Cerca de 4% das 3,97 milhões de toneladas já foram colhidos. A colheita se intensificará em setembro, devendo atingir cerca de 40% do volume de produção estimado. As condições climáticas estão boas e, se elas forem mantidas, a tendência aponta para uma boa safra, diz o relatório.
36 MILHÕES – Com as lavouras de trigo caminhando para a reta final, o Deral prevê que a safra total de grãos do Paraná atingirá 36 milhões de toneladas, considerando o resultado das lavouras de verão, de inverno e a segunda safra. O volume é menor em relação ao desempenho da safra de grãos 2013/14, que totalizou 36,5 milhões de toneladas.

Apesar de uma boa safra, os preços de comercialização não estão agradando o produtor. O mercado está influenciado pelos estoques internacionais de commodities que foram recompostos. Esse é um dos fatores que está contribuindo para que o ritmo das vendas ocorra de forma mais lenta.
Com isso, o que se vê – aponta o relatório – é o aumento da armazenagem de grãos nas propriedades, cooperativas e cerealistas e produtores mais cautelosos. Eles estão acompanhando atentamente o mercado, liquidaram seus compromissos e aguardam a melhor hora para vender a produção.

TENDÊNCIA – Segundo o Deral, essa será também a tendência para a safra de grãos 2014/15, que começa a ser plantada agora. Os estoques mundiais de grãos estão sendo recompostos e o produtor tem que planejar bem a comercialização, estudar e acompanhar o mercado, aproveitando os momentos mais favoráveis para reduzir o risco das variações de preços.

DESEMPENHO – O bom desempenho das lavouras de trigo e de milho da segunda safra estão compensando as perdas de 2 milhões de toneladas de soja no verão. Cerca de 87% das lavouras de milho da segunda safra já estão colhidas, devendo atingir um volume de 10,2 milhões de toneladas. Com isso, as duas safras de milho, primeira e segunda, totalizam 15,67 milhões de toneladas, cerca de 10% inferior ao ano passado.

PRODUTIVIDADE – O destaque da segunda safra de milho é o aumento da produtividade, que está 13% acima da safra colhida em igual período do ano passado. Este ano, a média de produtividade é de 5.400 quilos por hectare. No ano passado foi de 4.800 quilos por hectare, influenciada por geadas e chuvas excessivas.

ARMAZENAGEM – Entre o volume de milho colhido na primeira e segunda safra, há quase 9 milhões de toneladas armazenadas no Paraná, aguardando decisão do produtor sobre a melhor hora de vender. Só nas propriedades rurais e de armazéns privados estima-se que houve um aumento de 300 mil toneladas na capacidade de armazenagem.

FEIJÃO – A colheita da segunda safra de feijão chegou ao fim, com 401 mil toneladas, volume 18% acima da safra anterior e a maior dos últimos sete anos.
O rendimento está 14% maior passando de 1.337 quilos por hectare, registrados na safra anterior, para 1.521 quilos por hectare nesse ano.
Com esse resultado, a produção de feijão correspondente as três safras cultivadas no Estado soma 808 mil toneladas, 20% a mais que a oferta de feijão no ano passado. Assim, são 134 mil toneladas de feijão a mais para comercialização, só esse ano no Paraná.
Segundo o Deral, as estimativas apontam que existem 100 mil toneladas de feijão, cerca de 23% da produção da segunda safra, disponíveis em estoques no Estado.

Fonte: Seab

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio