Sistema FAEP/SENAR-PR

Produção brasileira de café em 2016/17 deve ser recorde, diz OIC

Para o período atual, 2015/16, a previsão é de 11,2 milhões de sacas de robusta colhidas no Brasil e 32 milhões de sacas de arábica

A Organização Internacional do Café (OIC) calcula que a produção brasileira do grão em 2016/17 será recorde, com um volume entre 49,1 milhões e 51,9 milhões de sacas. Para a temporada atual, a estimativa final de produção é de 43,2 milhões de sacas.

Na Conferência Mundial de Café, em Adis Abeba (Etiópia), a entidade divulgou que a produção brasileira de arábica deve ficar entre 37,8 milhões de 39,9 milhões de sacas em 2016/17 e a de robusta entre 11,4 milhões e 12,1 milhões de sacas neste ciclo.

Para o período atual, 2015/16, a OIC prevê 11,2 milhões de sacas de robusta colhidas no Brasil e 32 milhões de sacas de arábica.

Já o Vietnã produzirá 3,8% mais café que na safra passada, com um total de 27,5 milhões de sacas. Para a Indonésia, a organização calcula uma safra 6,1% maior, com 11 milhões de sacas, e, para a Colômbia, crescimento de 1,3%, para 13,5 milhões de sacas em 2015/16.

No total, a OIC prevê uma produção mundial de café arábica em 84,3 milhões de sacas e de robusta, 59,1 milhões de sacas em 2015/16.

Fonte: Valor Econômico

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX6A0944
  • AX6A0950
  • AX6A0940
  • AX6A0937
  • AX6A0922
  • AX6A0931
  • AX6A0870
  • AX6A0852
  • AX6A0867

Boletim no Rádio