Sistema FAEP/SENAR-PR

Sindicato Rural de Toledo inaugura nova sede

Orçado em R$ 3 milhões, prédio tem localização privilegiada e infraestrutura moderna. Solenidade reuniu lideranças políticas e rurais

O Sindicato Rural de Toledo inaugurou oficialmente, nesta quinta-feira (31), sua nova sede. A solenidade reuniu mais de 250 pessoas, entre lideranças políticas e rurais, de âmbito local, estadual e federal, ressaltando a importância do município para o agronegócio brasileiro. Com investimentos de mais de R$ 3 milhões, o prédio de dois pavimentos tem localização privilegiada e infraestrutura moderna para atender os agricultores e pecuaristas do município e região.

Entre as autoridades, estavam presentes o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette; o presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Gaffuri; o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara; o presidente da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) e deputado federal Sérgio Souza; o prefeito de Toledo, Luis Adalberto Lunitti Pagnussatt; o presidente da Câmara Municipal de Toledo, Leuclides Bisognin; e a presidente do Grupo Iriedi, Wanda Inês Riedi.

Lideranças políticas e rurais estiveram presentes na inauguração do Sindicato Rural de Toledo

Em seu discurso, Ágide Meneguette parabenizou os produtores de Toledo, que levaram em frente o sonho do ex-dirigente do sindicato, Nelson Paludo, falecido em 2021. “Quero dizer que eu acompanhei o sonho do Nelson. E, hoje, a gente viu a obra, que mostra a força dos produtores rurais, independentemente de contribuição sindical, e que é um exemplo para o Brasil. É uma casa que atende ao nosso produtor. Na minha opinião não é apenas a inauguração de um sindicato, mas sim um exemplo para o Brasil, que é a união. Essa aqui é a casa do produtor rural. Então, a vocês produtores, meus parabéns”, afirmou.

Meneguette também destacou a importância de Ortigara, que, como secretário de governo, foi “um parceiraço” para que o Paraná conquistasse o reconhecimento internacional como área livre de febre aftosa sem vacinação. O dirigente também mencionou o ex-secretário Márcio Nunes, em cuja gestão foi lançada o programa Descomplica Rural, que agilizou o licenciamento ambiental em propriedades rurais do Paraná.

Em seu discurso, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR Ágide Meneguette celebrou a inauguração da entidade

O secretário Ortigara também recordou a atuação do falecido dirigente. “O Nelson era uma grande liderança que a gente perdeu, mas que deixa aqui, plantado, um espaço adequado. Era o sonho dele – e também o nosso – fazer um espaço onde tudo é possível de ser resolvido: questões ambientais, questões agrícolas, questões de qualquer natureza do Incra, da Prefeitura, do Estado, da União. Um lugar onde o agricultor fosse acolhido, recebido, bem tratado e tivesse seu problema resolvido”, destacou.

Para o presidente da FPA, deputado Sérgio Souza, a representatividade da classe produtora ganha muito com sindicatos bem estruturados. “Aprendemos a importância de fazer políticas e a importância do sistema da representatividade, em que o produtor rural senta à mesa num sindicato rural e vem trazer os seus problemas, as suas dificuldades. E essa representatividade, através do sindicato rural, chega até a federação, à [Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil] CNA e ao parlamento, principalmente à FPA, que é a frente parlamentar mais forte do Congresso”, disse.

Também presente na cerimônia, o prefeito de Toledo, Beto Lunitti, salientou a importância da entidade para o desenvolvimento do município. “Valorizar a história é construir um presente e vislumbrar ações estruturantes para o futuro. Quero reconhecer a importância histórica de todas as diretorias por tudo aquilo que o sindicato rural tem feito pelo município de Toledo, tanto nos aspectos econômicos quanto sociais, como de representatividade desse setor tão importante para a economia do Brasil”, constatou.

O atual presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Gaffuri, destacou a pujança da atividade agropecuária no seu município. “Hoje inauguramos uma nova estrutura, planejada e moderna, autossuficiente em energia e água por meio da instalação de painéis solares e poço artesiano. Nossas salas estão prontas para receber as futuras gerações, já que estamos no centro do agronegócio brasileiro. Toledo é o município de maior valor agropecuário do Estado e isso se deve à força das cadeias de produção de leite, peixes, aves, bovinos, suínos e grãos”, apontou.

Em sua fala, o presidente da Câmara Municipal também lembrou o saudoso dirigente do sindicato, Nelson Paludo. “O sonho do Nelson Natalino Paludo era de trazer todos os órgãos ligados à agropecuária para que todos os agropecuaristas estivessem aqui, viessem discutir o seu problema e chegar à sua solução.  A Covid não lhe deu esta chance. Mas eu tenho certeza que irmãos que estão aqui, filhos e esposa devem se sentir muito orgulhosos de tudo aquilo que ele fez por esta terra”, disse Bisognin.

Também a dirigente do Grupo Iriedi, destacou a atuação de Paludo frente à entidade sindical. “Quando o Nelson Paludo abriu o iPad e mostrou como era o projeto, eu falei pra ele: ‘Meu Deus, que sonho maravilhoso’. E hoje temos a inauguração desta sede, deste sindicato, o que confirma o propósito de sempre trabalhar para o homem do campo. Esse compromisso, esse comprometimento, como mencionado por Nelson em seu sonho, de trazer todas as áreas. Eu, como filha de agricultor, nascida na zona rural, sei da importância do agronegócio para a região e para o nosso país”, afirmou Wanda Riedi.

Evento de inauguração contou com a presença de mais de 250 pessoas

História de representatividade

A organização dos produtores rurais de Toledo começou em 1952, quando foi criada a Associação Rural. Em 1966, o grupo realizou uma assembleia, que decidiu pela fundação do sindicato rural. A carta sindical foi recebida em 1967.

Apesar de a inauguração oficial ter ocorrido agora, o Sindicato Rural de Toledo está na nova sede há pouco mais de um ano. O imóvel fica na avenida Ministro Firme Lima, no Jardim Tocantins, em uma região bem acessível do município. Edificado em um amplo terreno de 7 mil metros quadrados, o prédio de arquitetura moderna tem 1,2 mil metros quadrados de área construída. São dez salas próprias, uma sala de reunião e/ou treinamento e uma cozinha industrial equipada para receber cursos do SENAR-PR. Outro destaque é um auditório, com capacidade para 150 pessoas.

Com mais de 700 associados, as ações do sindicato vão além de representar o produtor rural e fomentar o desenvolvimento da agropecuária no município. A entidade também aposta na oferta de uma série de serviços, como contabilidade e apoio em documentações como Cadastro Ambiental Rural (CAR), declaração de Imposto de Renda, Imposto Territorial Rural (ITR), Cadastro de Atualização de Rebanho, entre outros. Além disso, os associados e seus familiares podem aderir a convênios de planos de saúde e odontológico e ter acesso a descontos em empresas de telefonia e lojas.

Toda essa estrutura faz jus ao desempenho de Toledo no setor rural. Em 2020, o Valor Bruto de Produção (VBP) Agropecuário chegou a R$ 3,4 bilhões – o mais alto do Paraná. Os grandes destaques da economia local são os suínos de corte (R$ 619 milhões) e aves de corte (R$ 704 milhões), cadeias que irradiam dividendos pela geração de empregos.

Novo prédio da entidade tem 1,2 mil m², com dez salas próprias, sala de reunião e cozinha industrial equipada

Bruna Fioroni

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo, trabalhou na cobertura do setor agropecuário e comunicação governamental no Mato Grosso do Sul. Tem experiência como social media e com marketing digital. Atualmente trabalha como jornalista no Sistema FAEP/SENAR-PR.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX6A0944
  • AX6A0950
  • AX6A0940
  • AX6A0937
  • AX6A0922
  • AX6A0931
  • AX6A0870
  • AX6A0852
  • AX6A0867

Boletim no Rádio