Sistema FAEP/SENAR-PR

Suínos: Poder de compra volta a recuar em julho

Os preços do suíno vivo caíram, tanto em relação ao mesmo intervalo de junho como frente à primeira quinzena de julho de 2014

Após apresentar melhora em junho, o poder de compra do suinocultor tornou a recuar na parcial de julho. Segundo pesquisadores do Cepea, os preços do suíno vivo caíram, tanto em relação ao mesmo intervalo de junho como frente à primeira quinzena de julho/14. Essas quedas se devem aos estoques relativamente altos de carne suína, que reduzem o interesse por novos lotes de animais.

Já os valores pagos pelos principais insumos da atividade (milho e farelo de soja) subiram em iguais comparativos. Levantamentos da equipe Grãos/Cepea mostram que, mesmo diante da grande produção estimada, os preços do milho seguem em alta, devido às projeções de embarques recordes. No caso do farelo de soja, o suporte dos preços vem principalmente das altas da oleaginosa, em decorrência do período de entressafra no Brasil.

Fonte: Cepea

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio