Sistema FAEP/SENAR-PR

Agricultura não passará ao largo da crise, diz Faep

A diminuição da renda do consumidor, corroída pela inflação, afeta o consumo de alimentos, em uma proporção ainda não estimada

A agricultura respondeu por 77% das exportações do Paraná em 2014 e, apesar de estar sendo beneficiada pelo clima este ano, não deve passar ao largo da crise econômica. O economista da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Pedro Loyola, destaca que a diminuição da renda do consumidor, corroída pela inflação, afeta o consumo de alimentos, em uma proporção ainda não estimada. “O agronegócio tem puxado a economia, mas os outros setores não têm tido uma macroeconomia sustentável e ele acaba tomando uma responsabilidade (peso) maior”, destaca.

O economista ressalta que a desvalorização do real frente ao dólar, que prejudica alguns setores produtivos, tem ajudado a manter a rentabilidade dos agricultores, compensando a redução dos preços das commodities no mercado internacional. No entanto, ele entende que uma recessão teria efeito multiplicador na economia, com possível aumento nas demissões, redução na compra de maquinários e de outros investimentos. “Do empresário até o consumidor esse sentimento de incerteza vai fazer com que tenhamos redução na demanda de tudo. Mesmo o agricultor vai colocar o pé no freio, na questão de investir mais”, diz. (C.F.)

Fonte: Folha de Londrina

DETI

O Departamento de Tecnologia da Informação (Deti) do Sistema FAEP/SENAR-PR, formado por profissionais da área, é responsável pela gestão tecnológica do portal da entidade, desde o design, primando pela experiência do usuário, até suas funcionalidades para navegabilidade.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio