Sistema FAEP/SENAR-PR

Análise: Brasil se beneficia da guerra comercial entre Estados Unidos e China

Para o Brasil, que absorveu boa parte das exportações de soja para a China depois da guerra comercial, os resultados não poderiam ter sido melhores

Ao que tudo indica, Estados Unidos e China devem chegar, em breve, a um denominador comum sobre a guerra comercial que iniciaram ainda no primeiro semestre do ano passado. Os resultados este conflito foram danosos às exportações americanas de soja, que registraram queda de 11% em relação à safra anterior. Com isso, os estoques americanos do grão aumentaram 118%, de acordo com dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda).

Já para o Brasil, que absorveu boa parte das exportações de soja para a China, os resultados não poderiam ter sido melhores. Os negócios tiveram aumento de 6% e os estoques redução de 15%, também de acordo com o Usda. aumento das vendas destinadas à China na semana encerrada dia 20 de dezembro.

Quanto às cotações, a Bolsa de Chicago tem apresentado um movimento de recuperação mais consistente desde meados de setembro. No Brasil, o aumento das cotações iniciou mais tardiamente, em função da queda do dólar que ocorreu de setembro até o final de outubro.

Apesar da quebra nas safras brasileira e paraguaia e uma possível redução da produção argentina, os preços se mantém relativamente estáveis neste início de ano e ainda longe dos picos observados em meados de setembro. O principal motivo é o elevado estoque mundial, resultado da diminuição das exportações americanas, frente a uma produção recorde para a safra 2018/19.

Leia a matéria completa no Boletim Informativo.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio