Sistema FAEP/SENAR-PR

Com peste suína, importação chinesa de carne sobe 62% em um mês

O aumento das compras ocorre em meio à crise que o país enfrenta na procura de alternativas para o suprimento de proteína animal

As importações de carne suína registraram alta de 62,6% no último mês de maio, segundo informou nesta segunda-feira, dia 24, o Departamento de Alfândegas da China. O volume representa 187,4 mil toneladas adquiridos pelo país asiático. Nos primeiros cinco meses do ano, o país já comprou 658,2 mil toneladas de carne suína.

Já as importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 556,2 mil toneladas em maio deste ano, volume 45,4% maior que o adquirido em igual mês do ano anterior. A despesa com a importação do produto aumentou 53%, atingindo US$ 1,56 bilhão no mês de maio. No acumulado do ano, o país asiático importou 2,2 milhões de toneladas, aumento de 23% em relação ao comprado em igual intervalo de 2018.

Leia a matéria completa no site do Canal Rural.

 

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX6A1774
  • AX6A1768
  • AX6A1767
  • AX6A1764
  • AX6A1763
  • AX6A1746
  • AX6A1760
  • AX6A1739
  • AX6A1733

Boletim no Rádio