Sistema FAEP/SENAR-PR

Comissão aprova prioridade ao trigo brasileiro em compras do governo

Na avaliação de deputado, seria estímulo importante ao setor diante da dificuldade na concessão de subsídios

A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que prevê prioridade ao trigo nacional nas compras governamentais. O texto altera a lei que regulamenta a industrialização e comercialização do cereal no país.

O autor da proposta, deputado Luiz Nishimori (PR-PR), acredita que a medida seria importante para estimular o setor. Na avaliação dele, uma das causas da dependência brasileira de trigo importado é a exposição “à concorrência desleal de produtores de outros países que, na maioria das vezes, recebem volumosos subsídios para a produção e exportação”.

No entanto, diante da atual situação da economia do país, fica mais difícil a concessão de subsídios aos produtores. Daí a necessidade de priorizar o trigo nacional nas aquisições do governo. “A maior parte dessas aquisições deverá ocorrer para a formação de estoques públicos de trigo, política que tem representado instrumento importante para a segurança alimentar no país”, diz o parlamentar, na justificativa.

De acordo com a Agência Câmara, o projeto será analisado de forma conclusiva pela Comissão de Constituição e Justiça. Se aprovado, não precisará ser vota em Plenário.

Fonte: Globo Rural

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio