Sistema FAEP/SENAR-PR

Conseleite: Após leve recuperação, preço do leite volta a recuar no PR

Valor de referência reduziu 1,42%, com aumento da captação e estagnação de consumo

Após uma recuperação tênue registrada em agosto, o mercado do leite voltou a oscilar para baixo em setembro. A queda aferida é de 1,42%, e tem relação direta com o aumento da captação – comportamento considerado sazonal – e com estagnação do consumo. A análise foi apresentada em reunião do Conselho Paritário Produtores-Indústrias de Leite do Paraná (Conseleite-PR), que aprovou o preço de referência de R$ 1,0862 para o litro de leite padrão entregue em setembro, a ser pago em outubro. O preço de referência serve de base para formação dos preços pagos aos produtores e pode variar conforme parâmetros de qualidade da matéria-prima entregue.

Os dois produtos mais comercializados no Paraná, o leite UHT e a muçarela, tiveram comportamento semelhante: os preços, que haviam chegado a um patamar bastante baixo em julho, tiveram uma reação em agosto, mas voltaram a sofrer queda em setembro. Outros produtos lácteos, como provolone, queijo prato, leite em pó, bebida láctea, iogurte e leite cru, seguiram essa tendência.

Descolados deste movimento, o creme de leite e a manteiga não chegaram a ter ganho de preço em agosto e seguem em desvalorização. Os pontos positivos se concentram no parmesão, requeijão e doce de leite. Os preços desses três produtos haviam aumentado em agosto e não perderam fôlego em setembro, continuando a manter leve crescimento.

Em termos nominais, o mercado de produtos lácteos começou 2019 com preços acima dos registrados em anos anteriores. Após o início de ano em altos patamares, os valores de comercialização caíram gradativamente até julho. Apesar de queda registrada em setembro, o valor de referência continua maior que o estabelecido em julho – R$ 1,0635, para o leite entregue em julho, a ser pago em agosto.

O preço de referência é calculado a partir dos preços de venda dos produtos por parte das indústrias que fazem parte do Conseleite. O objetivo é que se chegue a um valor justo e com transparência – de acordo com a realidade do mercado – e que sirva de base para remuneração do produto no Estado. Para isso, pesquisadores da UFPR criaram uma metodologia para o cálculo, levando em conta índices oficiais e valores praticados pelo mercado atacado do Paraná. Mais informações em www.conseleitepr.com.br.

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio