Sistema FAEP/SENAR-PR

Crescimento na produção em 2019 depende da segunda safra de milho, diz IBGE

O Instituto estima que a colheita de milho este ano será 9,8% maior do que em 2018, com 89,4 milhões de toneladas

Com as projeções para a safra de 2019 sendo calibradas para baixo desde os primeiros prognósticos no fim do ano passado, um crescimento na produção de grãos neste ano, na comparação com 2018, dependerá da segunda safra de milho, afirmou nesta terça-feira, 12, Carlos Alfredo Guedes, gerente de Agricultura do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mais cedo, o IBGE informou que a safra agrícola de 2019 deverá totalizar 228,8 milhões de toneladas, uma alta de 1,0% em relação ao resultado de 2018, conforme o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de fevereiro. Uma alta em relação à produção de 2018 garantiria a segunda maior safra da história, perdendo apenas para a supersafra de 2017.

Com a antecipação do plantio de soja, no fim do ano passado, o período da “janela de plantio” para o milho de segunda safra será maior. Além disso, preços elevados favorecem o investimento por parte dos produtores, lembrou Guedes. A confirmação do avanço, porém, depende do clima, lembrou o pesquisador.

Veja a matéria completa no site da revista Globo Rural. 

 

 

 

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX6A0944
  • AX6A0950
  • AX6A0940
  • AX6A0937
  • AX6A0922
  • AX6A0931
  • AX6A0870
  • AX6A0852
  • AX6A0867

Boletim no Rádio