Sistema FAEP/SENAR-PR

Deral calcula que plantio de soja tem o maior atraso em cinco anos

A maior preocupação ocorre em áreas nas quais os produtores precisam plantar a soja o mais cedo possível para viabilizar a segunda safra de milho, principalmente no Oeste, Sudoeste, Noroeste e Norte do PR

O avanço lento no plantio da soja, pela falta de chuvas neste início de temporada, provoca o maior atraso dos últimos cinco anos na largada da semeadura da oleaginosa. Até o dia 5 de outubro apenas 8% da área projetada com soja no Estado, um avanço semanal de apenas cinco pontos percentuais, segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab) do Paraná.

Para se ter ideia, nessa mesma época, no ano passado, os produtores tinham semeado 22% da área estimada, enquanto em 2018, quando os trabalhos foram historicamente avançados, o total era de 38%, segundo números do Departamento de Economia Rural (Deral), do governo do Estado.

A preocupação para a soja, por ora, está mais relacionada à época de colheita, uma vez que o atraso no plantio deve empurrar o início das operações das colheitadeiras mais para frente, justamente em momento em que o mercado brasileiro lida com escassez do produto e preços recordes da oleaginosa.

Leia a notícia completa no site do Money Times.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A0226
  • AX4A0169
  • AX4A0178
  • AX4A0166
  • AX4A0247
  • AX4A0280
  • AX4A0224
  • AX4A0200
  • AX4A0162

Boletim no Rádio