Sistema FAEP/SENAR-PR

“Dias de campo indoor” para estimular representatividade rural

Sistema FAEP/SENAR-PR vai levar dez encontros ao interior do Paraná, para aproximar produtores e fomentar novas lideranças

Junho será o mês de ampliar a coesão e a participação no campo. O Sistema FAEP/SENAR-PR vai levar o encontro “Liderança Rural – Cultivando Conexões” a dez regiões do Paraná, com o objetivo de aproximar produtores rurais do sistema sindical e fomentar a participação de novos líderes. A expectativa é de que mais de 2 mil pessoas participem da rodada de eventos (Confira as cidades, datas e locais aqui). A iniciativa faz parte do Programa de Sustentabilidade Sindical (PSS), lançada pela entidade em 2018 para estimular a inovação e ampliar a representatividade no setor rural.

“Lançamos o Programa Sustentabilidade Sindical para fortalecer os sindicatos rurais. Desde então, temos visto que mais e mais produtores têm compreendido como funciona o sistema de representatividade, por meio dos sindicatos rurais, da FAEP e da CNA [Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil], e que isso tudo tem trazido uma série de conquistas ao campo, que fazem com que o setor agropecuário seja uma das principais forças da economia paranaense”, aponta o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette.

Para dar sequência a esse movimento, o encontro “Liderança Rural – Cultivando Conexões” foi pensado para transcorrer de uma forma dinâmica, apresentando o sistema de representatividade em todas as suas potencialidades. Após a recepção, os participantes terão uma palestra com o escritor Luciano Salamacha, criador de um método de compartilhamento de conhecimento do “mundo corporativo de forma lúdica e de fácil entendimento”.

Em seguida, os produtores rurais percorrerão o que a organização do evento chama de “Jornada do Conhecimento”. Os participantes serão divididos em três grupos. Em seguida, cada um deles seguirá para um dos salões temáticos: Conquistas, Conhecimento e Representatividade. Lá, eles assistirão a uma apresentação relacionada a pontos específicos do sistema de representatividade e terão a oportunidade de discuti-los. A ideia é que os três grupos passem pelos três ambientes, assistindo a todas as conferências.

“É como se fosse um dia de campo indoor, com cada grupo percorrendo esses espaços, em rodízio. O produtor também vai poder fazer perguntas, manifestar suas angústias e trazer suas contribuições. É uma dinâmica mais interativa, de forma leve e lúdica. Esperamos que haja um despertar para a importância da representatividade”, diz o coordenador do Departamento Sindical do Sistema FAEP/SENAR-PR, João Lázaro Pires.

Temas

Denominado “Conhecimento”, o primeiro espaço vai levar aos participantes uma apresentação sobre o SENAR-PR e sobre a entidade para levar desenvolvimento ao campo, por meio de suas mais de 250 capacitações e programas gratuitos a produtores rurais, trabalhadores e familiares, nos 399 municípios paranaenses.

Outro ambiente, o “Conquistas”, se destinará a apresentar as vitórias obtidas a partir do sistema de representatividade e que trouxeram impacto direto no desenvolvimento do campo e na vida do produtor rural – como, por exemplo, o reconhecimento internacional do Paraná como área livre de febre aftosa sem vacinação, a sanção do Novo Código Florestal, que completa dez anos neste mês de maio, e o Marco Regulatório das Energias Renováveis.

Por fim, o terceiro salão será o da “Representatividade Local”, abordando a importância do meio rural poder contar com sindicatos rurais fortes e de como essas entidades captam as demandas dos produtores e as direcionam à FAEP e à CNA, que exercem seu papel de propor políticas públicas e de fazer a interlocução com autoridades políticas locais, estaduais e nacionais, fortalecendo o setor de forma ampla e abrangente.

“Em 2018, fizemos um diagnóstico que havia um distanciamento, porque o produtor rural não compreendia como se dava o sistema de representatividade. A ideia do evento

é aproximar o produtor, para demonstrar com exemplos práticos. Vamos mostrar de forma direta que a liderança rural quem faz é o sistema sindical, apresentando o que o produtor ganha com o fortalecimento dessa rede”, reforça o consultor do Sistema FAEP/SENAR-PR Claudinei Alves. “É um evento diferente, que foge ao modelo tradicional, com uma metodologia mais ativa”, acrescenta.

PSS

O Programa Sustentabilidade Sindical foi lançado em 2018, após a Reforma Trabalhista ter colocado fim à contribuição sindical obrigatória, principal fonte de recursos dos sindicatos rurais até então. O objetivo do PSS é estimular as entidades sindicais a encontrar soluções para ampliar o número de associados e buscar formas de garantir sua autonomia, inclusive financeira, continuando o elo dos produtores locais com a FAEP.

Desde seu lançamento, o programa promoveu uma série de eventos, como o curso “Liderança Rural” e encontros no interior do Paraná. Mesmo durante a pandemia, o PSS manteve seu fôlego, por meio de ações remotas, como lives e o workshop “Agro PRO”. Com o arrefecimento da pandemia do novo coronavírus, a intenção é que, cada vez mais, o PSS volte a campo, com ações perto dos produtores.

“É um movimento de se reunir anualmente, levando temáticas que são centrais ao sistema de representatividade. Se a instituição não for até o produtor, não teremos o movimento de volta, de o produtor vir ao sistema. Precisamos estar lá, perto deles”, aponta Alves.

Desde o início, o PSS provocou alguns resultados visíveis, como o surgimento de novas lideranças e o maior engajamento de produtores rurais. Em outra frente, a partir do PSS, criou-se a Comissão Estadual de Mulheres da FAEP, que tem fomentado a disseminação de comissões locais em diversos municípios do Paraná.

“Temos visto o nosso agricultor se engajando, pessoas assumindo responsabilidades, sindicatos que ampliaram o número de associados e mantiveram sua sustentabilidade. Esse é o nosso objetivo”, diz Pires. “No fim do ano, devemos fazer um diagnóstico para aferir essa evolução em números. Mas temos visto uma nova postura, com sindicatos se reinventando, permanecendo perto do produtor e o trazendo para o sistema”, acrescenta Alves.

Serviço

Para se inscrever, procure o sindicato rural mais próximo de você, no site: sistemafaep.org.br/proximo-a-voce.

beenhere

Encontros reuniram mais de 1,7 mil produtores em 2019

O evento “Liderança Rural – Cultivando Conexões” será a segunda rodada de eventos do Programa de Sustentabilidade Sindical (PSS). Em 2019, o 1º Encontro Regional de Líderes Rurais percorreu nove cidades do Paraná. Na ocasião, mais de 1,7 mil produtores participaram.

Na época, o consultor do Sebrae-PR Celso Garcia fez uma palestra sobre “O poder de influência do produtor rural na sociedade 4.0”, quando abordou a importância do setor para o cenário nacional e como reforçar a participação na representatividade. Em um outro momento, por meio de uma atividade de integração, o consultor da FAEP Claudinei Alves identificou, com participação direta dos produtores presentes, inovações para o fortalecimento da representatividade no agronegócio.

“A primeira rodada em 2019 foi um sucesso, tanto que estamos colhendo resultados até hoje. Infelizmente tivemos a pandemia que nos impossibilitou de dar continuidade em 2020 e 2021. Mas, com a segunda rodada, vamos retomar a proximidade com nossos produtores e líderes”, destaca o coordenador do Departamento Sindical do Sistema FAEP/SENAR-PR, João Lázaro Pires.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A2874
  • AX4A2847
  • AX4A2864
  • AX4A2835
  • AX4A2842
  • AX4A2830
  • AX4A2820
  • AX4A2827
  • AX4A2790

Boletim no Rádio