Sistema FAEP/SENAR-PR

Diferença de até R$ 10 entre a safra nova e velha inibe vendas da soja

Alta dos prêmios, devido à demanda chinesa, elevou o valor do grão no mercado à vista

A alta dos prêmios da soja no porto, impulsionada pela demanda chinesa pelo grão, tem feito com que os preços do produto no mercado à vista da safra 2017/2018 tenha uma diferença de até R$ 10 na comparação com os negócios antecipados do ciclo 2018/2019.

“Há diferenças de preços entre R$ 8 e R$ 10, o que faz com que o mercado fique um pouco mais retraído, esperando cotações melhores”, explica a analista de mercado da AgRural Daniele Siqueira.

Segundo ela, como o produtor rural teve em 2018 um ano bom, com preços em alta em plena entrada de safra, é compreensível e arriscada a estratégia de segurar a comercialização da safra que está para ser plantada. “A quebra da safra na Argentina, a tensão gerada pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, e a alta do dólar são alguns dos motivos que faz com que o agricultor espere que em 2019 os valores da saca da soja sejam melhores, que essa situação se repita”, conta.

Fonte: Canal Rural.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio