Sistema FAEP/SENAR-PR

Escoamento ininterrupto do feijão

Em função da alta demanda, produto é comercializado em praticamente todos os meses do ano

O escoamento e a comercialização do feijão ocorrem em praticamente todos os meses do ano, com picos entre maio e setembro e de janeiro a março. A explicação para esse processo ininterrupto é simples: a importância do grão no cardápio diário da população brasileira. Colhido, o feijão segue das áreas de produção para as cerealistas e armazéns próximos e/ou para as beneficiadoras e empacotadoras do cereal, para posterior distribuição no mercado varejista.

Maior produtor de feijão do país, o Paraná conta com três safras. O Estado produziu 593,3 mil toneladas do grão na safra 2015/16, correspondente a 23,6% do montante nacional. Mesmo assim, o volume foi abaixo do potencial histórico por conta das condições climáticas adversas, principalmente excesso de chuvas, nas três safras.

Leia mais sobre o escoamento do feijão no Paraná aqui.

Carlos Filho

Jornalista do Sistema FAEP/SENAR-PR. Desde 2010 trabalha na cobertura do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial). Atualmente integra a equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR na produção da revista Boletim Informativo, programas de rádio, vídeos, atualização das redes sociais e demais demandas do setor.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio