Sistema FAEP/SENAR-PR

EUA abrem mercado para carne suína de Santa Catarina

A autoridade sanitária dos Estados Unidos (Animal and Plant Health Inspection Service) autorizou, em regulamento divulgado hoje, importações de carne suína de Santa Catarina.
A partir de 1º de dezembro, o Estado passará a integrar uma lista de regiões reconhecidas pelo governo norte-americano como livre de febre aftosa sem vacinação –status sanitário máximo.

Santa Catarina obteve em maio de 2007 o reconhecimento da OIE (Organização Internacional de Saúde Animal) de área livre de aftosa sem vacinação. Meses depois, o Brasil pediu habilitação para exportar para diversos países.

Este ano, a autorização das exportações de suínos com origem em Santa Catarina para os Estados Unidos passou por consulta pública e, hoje, foi divulgada a habilitação.

Segundo estimativas da Abipecs (associação dos produtores e exportadores de suínos), o Brasil deve exportar pouco para aquele mercado, mas a aprovação tem um caráter simbólico importante.

‘Muitos outros países se apoiam na avaliação da autoridade sanitária norte-americana, e acreditamos que agora se tornará mais fácil obter a habilitação para exportar carne suína de Santa Catarina’, disse em nota o presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto.

Fonte: Folha.com

Sistema FAEP

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio