Sistema FAEP/SENAR-PR

Iapar lança nova variedade de feijão em Ponta Grossa –

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) lançou nesta quinta-feira (1º), em Ponta Grossa, a variedade de feijão IPR Campos Gerais. Cerca de 80 técnicos e produtores participaram do encontro, realizado no Polo de Pesquisas da cidade. Também estiveram presentes o secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, e o diretor-presidente do Iapar, Florindo Dalberto, além de diversas lideranças ligadas à agropecuária na região.

A IPR Campos Gerais foi desenvolvida por método convencional de melhoramento genético – sem uso de transgenia. Reúne ótimos atributos agronômicos e tem grãos (do grupo comercial carioca) de boa qualidade culinária e nutricional.

Durante o evento, Ortigara afirmou que a nova variedade vai possibilitar ao Paraná permanecer na liderança da produção nacional de feijão. Ele também ressaltou a importância dos investimentos públicos em pesquisas para a agricultura – setor que movimenta a economia de 90% dos municípios do Estado.

Dalberto lembrou que, com a IPR Campos Gerais, o Iapar chega a 178 variedades lançadas em 40 anos de atividades. Para ele, o lançamento de uma variedade sempre é "especial" para um centro de pesquisas porque, além do potencial produtivo superior em comparação com o que há disponível no mercado, um novo material agrega o esforço de diversas áreas do conhecimento, como fertilidade de solos, nutrição de plantas, fitopatologia e tecnologia de alimentos. "É uma grande síntese tecnológica", concluiu.

As sementes da nova variedade estarão disponíveis a partir de janeiro. Os interessados podem obter mais informações pelo telefone (43) 3376-2482 ou no endereço eletrônico comercial@iapar.br.

CARACTERÍSTICAS – Segundo a segundo a pesquisadora do Iapar Vânia Cirino, a IPR Campos Gerais é adaptada para plantio nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Seu potencial produtivo chega bem próximo de quatro toneladas por hectare, ficando pronta para colheita em menos de 90 dias. As plantas têm porte ereto e podem ser colhidas mecanicamente.

A nova variedade é moderadamente tolerante à seca e situações de altas temperaturas na fase de florescimento e começo da formação de vagens. Suas plantas se desenvolvem de modo eficiente em solos ácidos e com baixa disponibilidade de fósforo.

No aspecto doenças, é resistente à ferrugem, oídio e vírus do mosaico comum. Apresenta resistência moderada à antracnose, murcha de fusário, crestamento bacteriano comum e murcha de curtobacterium. É, no entanto, suscetível à mancha angular.

Do ponto de vista culinário, os grãos de IPR Campos Gerais cozinham em cerca de 22 minutos. Apresenta ainda bom teor de proteína, ferro e zinco.

Fonte: Seab

DETI

O Departamento de Tecnologia da Informação (Deti) do Sistema FAEP/SENAR-PR, formado por profissionais da área, é responsável pela gestão tecnológica do portal da entidade, desde o design, primando pela experiência do usuário, até suas funcionalidades para navegabilidade.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio