Sistema FAEP/SENAR-PR

Ideathon do Sistema FAEP/SENAR-PR em Campo Mourão abordou a gestão de resíduos no meio rural

Maratona tecnológica de ideias estimulou participantes a pensarem em soluções para a destinação correta dos dejetos animais

A destinação correta e a geração de ativos com os resíduos da produção agropecuária foram os temas da segunda edição do Ideathon do Sistema FAEP/SENAR-PR, que fez parte da programação da Feira do Agronegócio, Tecnologia e Inovação (Fati), no dia 8 de junho, em Campo Mourão. A iniciativa reuniu dezenas de estudantes de colégios agrícolas e de universidades da região, consagrando três equipes vencedoras da edição, que agora poderão participar do programa Acelera Ideação do SEBRAE-PR, uma espécie de incubadora de ideias. A primeira edição ocorreu na Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), em abril.

VENCEDORES: conheça abaixo as equipes e um resumo de cada projeto

Antes do evento, uma série de encontros virtuais entre os participantes permitiu identificar o perfil de cada pessoa e dividir as equipes com características complementares. Dessa vez, o Ideathon misturou alunos de colégios agrícolas, de nível médio, e estudantes universitários.

“Essa mistura foi um sucesso, com grandes ideias, que agora podem até virar negócios e beneficiar o setor produtivo agropecuário”, apontou Luiz Eliezer Ferreira, técnico do Departamento Técnico e Econômico (DTE) do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Divulgado no começo do evento, o tema proposta para edição em Campo Mourão envolveu “Como posso melhorar a gestão dos resíduos gerados pela minha produção agropecuária?”. Para que os participantes tivessem a preocupação de apenas em propor ideias, o Sistema FAEP/SENAR-PR disponibilizou toda a estrutura de alimentação e internet ao longo do dia. A programação começou às 8 horas e seguiu até o início da noite.

“A organização foi um sucesso, com mais um teste positivo para a metodologia do Ideathon, que tem como parceiros o Sebrae-PR e a Secretaria Estadual da Educação [Seed]“, completou Ferreira.

FOTOS: confira a galeria de imagens do evento em nosso Flickr

Reutilização de resíduos

As iniciativas propostas pelos participantes seguiram a direção de gerar ativos a partir dos resíduos gerados nas propriedades. A equipe primeiro colocada, por exemplo, sugeriu a obtenção de biometano e, a partir dele, gerar energia elétrica. “A sensação de ter participado é extraordinária, pois foi um aprendizado muito amplo. Todo mundo tem boas ideias e tínhamos à disposição pessoas com amplos conhecimentos em diversas áreas para nos orientar”, destacou Amós Bueno Medina, aluno do Colégio Agrícola de Campo Mourão, integrante do grupo campeão.

“Participar do Ideathon foi algo satisfatório, pois pude aprender com isso, conhecer novas pessoas, praticar novos objetivos”, pontuou Vitor Eduardo Alves de Oliveira, estudante do Colégio Agrícola de Manoel Ribas e membro da equipe segundo lugar. “A organização do evento estava maravilhosa. Fomos muito bem recebidos. Certamente, um dos melhores evento que já participei. Inclusive, para quem puder, participe, pois é uma oportunidade única”, completou Oliveira.

Gabriel de Toledo Santos, integrante da equipe terceiro lugar e aluno do Colégio Agrícola de Manoel Ribas, o Ideathon representou um divisor de águas. “Vou começar minha carreira em breve e essa experiência representa exatamente o que vou encontrar no meu dia a dia profissional, tendo que resolver problemas e criar soluções”, celebrou Santos.

Conheça as equipes vencedoras:

1º lugar

  • Amós Bueno Medina – Campo Mourão
  • Hygor Garcia Coimbra – Manoel Ribas
  • Pedro Henrique Magnelli Peron – Campo Mourão

Resumo do projeto: a equipe propôs o Biowatt, uma ideia que envolve a destinação correta de dejetos e produção de gás metano. O problema que motivou a equipe tem como ponto de partida as constantes quedas de energia nas propriedades leiteiras. Assim, a proposta é fazer um tratamento adequado dos excrementos e produzir energia elétrica com um gerador próprio, movido à gás metano.

2º lugar

  • Daltierry Viana de Lima – Manoel Ribas
  • Leandro Raphael Vidal Floriano – Manoel Ribas
  • Vitor Eduardo Alves de Oliveira – Manoel Ribas

Resumo do projeto: o grupo partiu do problema do descarte de dejetos de animais, que gera passivos ambientais, para propor a instalação de um biodigestor, voltado à produção de biometano para uso na propriedade e biofertilizantes. O modelo de negócio seria a venda direta dos produtos, além do estabelecimento de parcerias.

3º lugar

  • Douglas Borgert Sehnem – Manoel Ribas
  • Gabriel de Toledo Santos – Manoel Ribas
  • Rodrigo Marques Dias – Campo Mourão

Resumo do projeto:  a equipe partiu para o reaproveitamento de resíduos da compostagem. Todos os resíduos orgânicos que atualmente são descartados de forma inadequada, gerando prejuízos e desperdício, seriam a matéria-prima para gerar lucro aos produtores. Após coletar e fazer a compostagem, o biofertilizante seria comercializado. O público-alvo para venda seriam produtores rurais, produtores de hortifrutis, floricultores e viveiristas.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Boletim no Rádio