Sistema FAEP/SENAR-PR

Importação de soja na China recua 8% no acumulado de 2018

Ao todo, país importou 88 milhões de toneladas no ano passado

As importações chinesas de soja totalizaram 88,03 milhões de toneladas no acumulado de 2018, recuo de 7,9% na comparação anual, informou na manhã desta segunda-feira (14/01), o Departamento de Alfândegas da China. Em dezembro de 2018, foram importados 5,72 milhões de toneladas, volume 40% menor do que o registrado em igual período do ano anterior.

O país asiático é o maior comprador de soja do mundo e depende fortemente de fornecedores estrangeiros. Brasil e Estados Unidos são os principais players que abastecem o mercado chinês. No ano passado, com a guerra comercial entre a China e os americanos, o Brasil ganhou participação no comércio com os asiáticos, enquanto os EUA perderam espaço.

Segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), só em novembro 97% dos embarques brasileiros de soja tiveram como destino a China. A previsão para este ano é de que o Brasil exporte 73 milhões de toneladas da oleaginosa.

Fonte: Revista Globo Rural

Bruna Fioroni

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo, trabalhou na cobertura do setor agropecuário e comunicação governamental no Mato Grosso do Sul. Tem experiência como social media e com marketing digital. Atualmente trabalha como jornalista no Sistema FAEP/SENAR-PR.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio