Sistema FAEP/SENAR-PR
Inflação se mantém elevada em abril, alimentos registram queda

Inflação se mantém elevada em abril, alimentos registram queda

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou no mês de abril variação de 0,77% contra variação de 0,79% em março. No acumulado de 12 meses a inflação já esbarra no teto da meta inflacionária, ficando em 6,51%.

Os preços de alimentação e bebidas caíram, passando para variação de 0,58% em abril contra 0,75% em março. Os principais responsáveis pela baixa foram tomate, açúcar cristal, arroz e carnes. No caso do açúcar a entrada da nova safra reduziu a pressão nos preços. Na cultura de arroz os produtores rurais enfrentam forte crise de preços acumulando prejuízos.
A maior alta do IPCA veio do grupo Transportes com variação de 1,57%. Combustíveis registraram alta de 6,53% no mês, pressionados por etanol e gasolina. Vestuário também contribuiu para alta variando 1,42% neste mês contra 0,56% no mês anterior.

Os preços do grupo Habitação subiram dado o aumento no valor do aluguel, condomínio e energia elétrica.
No acumulado de 12 meses o grupo que mais contribui para o aumento da inflação foi o de Despesas Pessoais seguido por Educação e Alimentos.


Elaboração: Tânia Moreira (DTE/FAEP)

DETI

O Departamento de Tecnologia da Informação (Deti) do Sistema FAEP/SENAR-PR, formado por profissionais da área, é responsável pela gestão tecnológica do portal da entidade, desde o design, primando pela experiência do usuário, até suas funcionalidades para navegabilidade.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio