Sistema FAEP/SENAR-PR

Invasão em Guaíra

FAEP repudia ações violentas e aguarda resolução urgente das autoridades

A invasão de uma propriedade rural em Guaíra e o sequestro com reféns torturados, na noite de quarta-feira (10), por supostos indígenas, precisam ser resolvida com urgência pelas autoridades para a liberação da área e para evitar que novas ocorrências se alastrem naquela região. É preciso lembrar que já existe uma lei promulgada pelo Congresso Nacional fixando data para a demarcação das áreas indígenas. Mesmo que não houvesse, não se admite invasões de terra, por índios ou por membros do MST.

A Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) espera uma ação rápida e vigorosa das autoridades.

Ágide Meneguette – Presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

7 comentários

  • É inadmissível o que aconteceu em Guaíra – PR.
    Será que é preciso que os tal ditos índios, precisam sequestrar policiais pra eles agirem como agiram esses dias.
    Ou nossa autoridade toma atitudes ou esses tal índios irão invadir o que bem entender.
    Nossa Segurança Pública terá que tomar atitude de imediato e prender esses covardes malfeitores.

    • Bom Dia Luiz,

      primeiro, obrigado pelo seu contato.

      Nós, como entidade representativa dos produtores rurais, vamos continuar acompanhando o caso e cobrando soluções.
      E, claro, exigindo que a segurança dos produtores rurais seja preservada, para que possam continuar produzindo alimentos sem riscos.

      No mais, seguimos à disposição.

  • É engraçado ,a nota Fack q a folha de São Paulo postou ,eu moro aqui a história se inverteu, aí tem um bando de paraguaios querendo levar vantagens, só a gente q mora aqui sabe da situação, e eu falo com clareza, por q n possuo terras por aqui

    • Bom Dia Geliane,

      primeiro, obrigado pelo seu contato.

      Nós, como entidade representativa dos produtores rurais, vamos continuar acompanhando o caso e cobrando soluções.
      E, claro, exigindo que a segurança dos produtores rurais seja preservada, para que possam continuar produzindo alimentos sem riscos.

      No mais, seguimos à disposição.

    • Bom Dia Geliane,

      primeiro, obrigado pelo seu contato.

      Nós, como entidade representativa dos produtores rurais, vamos continuar acompanhando o caso e cobrando soluções.
      E, claro, exigindo que a segurança dos produtores rurais seja preservada, para que possam continuar produzindo alimentos sem riscos.

      No mais, seguimos à disposição.

  • A resposta o senhor ministro da justiça já deu, enviou a força na final para dar segurança aos indígenas invasores e torturadores.

    • Bom Dia George,

      primeiro, obrigado pelo seu contato.

      Nós, como entidade representativa dos produtores rurais, vamos continuar acompanhando o caso e cobrando soluções.
      E, claro, exigindo que a segurança dos produtores rurais seja preservada, para que possam continuar produzindo alimentos sem riscos.

      No mais, seguimos à disposição.

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio