Sistema FAEP/SENAR-PR

PER ajuda casal investir no próprio negócio com segurança

A partir do programa, os produtores Anderson e Jane Seling, de Imbituva,investiram em sistema de confinamento do tipo Compost Barn

Para quem tem certeza do seu sonho, nenhuma tarefa é muito longa. Em muitos casos basta uma orientação de rumo para que as coisas se realizem, às vezes, numa velocidade que surpreende até quem já está acostumado com o processo. Em 2019, o casal de produtores Anderson e Jane Seling, de Imbituva, participou de uma turma do Programa Empreendedor Rural (PER), do SENAR-PR, e encontrou ali as peças que faltavam para completar seu sonho.

A velocidade com que os jovens empreendedores colocaram em prática seu projeto surpreendeu até mesmo o instrutor Luiz Augusto Burei. Segundo ele, o casal mostrou que sabia o que queria desde o início da empreitada, tanto que, mesmo antes do encerramento do programa, o projeto já estava implantado na propriedade. “Isso é coisa muito rara no PER”, analisa Burei.

O plano do casal era melhorar a atividade da leiteria. Para isso, focaram o projeto do PER na implantação de um sistema de confinamento do tipo Compost Barn na propriedade. “Como a leiteria cresceu rápido, com bons resultados, trouxe o desejo de ampliar. Então, uns três anos antes do curso começamos a pesquisar sobre confinamento, visitar propriedades, participar de palestras voltadas ao assunto, para entender o que era. Mas por fim, a insegurança, o medo e a falta de estudo impediram o investimento”, conta Jane Seling.

Felizmente, por uma “obra do destino”, como conta a produtora, o PER estava em seu caminho. “Fui até o sindicato [rural] e as vagas eram destinadas a pessoas que recebessem indicação de empresas parceiras da cidade. Mas, a funcionária do sindicato falou para vir na reunião de mobilização, pois, mesmo que a lista já estivesse completa, se alguém desistisse poderia passar para nós. Então, deu certo, conseguimos as vagas”, recorda a Jane.

Na opinião da produtora, o PER é importante em todo seu conjunto. “Mas as análises de projeção financeira do negócio atual e o projetado para o futuro foram fundamentais. Por meio delas encontramos a segurança que faltava para um novo investimento”, completa Jane, que, junto com o marido, levou a cabo o projeto, implementando o Compost Barn na leiteria mesmo antes do final do programa.

Esta segurança proporcionada pelo conhecimento profundo da própria atividade já dá o tom dos investimentos futuros do casal. “Com o confinamento implantado e mostrando resultados positivos, novos objetivos surgem. Pensamos na ampliação e modernização da ordenha com uma máquina maior para otimizar o tempo. Com isso vamos precisar também de um barracão maior para instalar a nova máquina”, planeja a produtora empreendedora.

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio