Sistema FAEP/SENAR-PR

Preços ao produtor sobem 7,16% em 2012, diz IBGE

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) teve alta de 0,30% em dezembro, após ter registrado um avanço de 0,27% no mês anterior, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Com isso, o índice fechou o ano passado com alta de 7,16%, após um avanço de 2,60% em 2011.

O IPP mede a evolução dos preços de produtos "na porta da fábrica", sem impostos e fretes, e abrenge 23 setores da indústria de transformação.

Para o ano de 2012, as atividades que tiveram as maiores variações percentuais foram fumo (18,52%), alimentos (14,57%), papel e celulose (12,57%) e bebidas (12,00%).

No ano passado, a desvalorização cambial e a incerteza com a safra de soja foram fatores que impulsionaram os preços.

Em dezembro, 16 dos 23 ramos tiveram alta nos preços, com destaque para perfumaria, sabões e produtos de limpeza (1,85%), fumo (1,49%), papel e celulose (1,22%) e calçados e artigos de couro (-0,81%).

Brasil Econômico

Sistema FAEP

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio