Sistema FAEP/SENAR-PR

Produção de suínos na China atinge o pior resultado em 16 anos

País asiático produziu 42,55 milhões de toneladas em 2019, o que representa uma queda de 21,3% em relação a 2018

A produção de carne suína da China em 2019 caiu para uma mínima de 16 anos, mostraram dados oficiais divulgados na sexta-feira (17), após a peste suína ter dizimado milhões de porcos no principal produtor do mundo. A China, que também é o maior consumidor mundial de carne suína, produziu 42,55 milhões de toneladas de carne no ano passado, uma queda de 21,3% em relação a 2018, e a menor produção desde 2003, segundo dados de agência nacional de estatísticas.

A peste suína africana, um vírus incurável que mata quase todos os porcos que infecta, mas não prejudica os seres humanos, chegou à China em 2018 e se espalhou para fazendas em todo o país. Os preços dos alimentos na China dispararam, à medida que os custos com carne de porco aumentaram em meio à escassez de oferta, levando a inflação a quase uma máxima de oito anos na segunda maior economia do mundo.

O Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais informou que o rebanho de suínos da China havia diminuído em outubro em 41% em relação ao ano anterior, mas aumentou 2% em novembro. Esses dados não forneceram um tamanho total de rebanho.

Matéria completa em: O Presente Rural.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio