Sistema FAEP/SENAR-PR
mulheres produtoras de Planalto

Projeto em Planalto capacita mulheres das comunidades rurais

Iniciativa “Espelhar o Bem” tem o SENAR-PR como parceiro para ajudar nos treinamentos, com foco no desenvolvimento feminino e melhoria da qualidade de vida

A mobilização das mulheres tornou-se cada vez mais comum no meio rural, por meio de cursos, eventos e outros trabalhos em prol do fortalecimento da representatividade feminina, nos setores público ou privado. No município de Planalto, no Sudoeste do Paraná, a Associação Senhoras de Rotarianos (ASR) se uniu ao SENAR-PR, prefeitura, Senai-PR e Sesi-PR para promover a inclusão social e econômica das mulheres da região.

O projeto, intitulado “Espelhar o Bem”, surgiu em abril de 2022, em um contexto pós-pandemia, no qual as famílias que vivem na zona rural passarampor um longo período de isolamento em suas propriedades. Em Planalto, segundo a secretária de Indústria e Comércio e uma das coordenadoras do projeto, Marlise Diefembach, os impactos financeiros, psicológicos e emocionais da pandemia atingiram muitas mulheres das comunidades mais distantes, que ficaram ainda mais sobrecarregadas e solitárias.

Percebemos essa necessidade porque fazia muito tempo que as mulheres não participavam de treinamento ou atividade. Então buscamos a parceria com o SENAR-PR nos cursos na área de alimentação e a ASR apoiou a ideia

Marlise Diefembach

Por meio das Secretarias de Indústria e Comércio, Assistência Social e Saúde de Planalto, o projeto disponibiliza cursos profissionalizantes e palestras de autoconhecimento gratuitos para as mulheres do município, como forma de criar um incentivo para o aumento da renda familiar e oportunidades para a independência financeira. Desde 2022, já foram realizados mais de 35 cursos do SENAR-PR, envolvendo cerca de 450 mulheres. As capacitações abrangem diversos tipos de produtos alimentícios, como mandioca, geleias, doces, bolos, pães e massas.
“Quando fizemos o primeiro curso, de panificação, tinha mulher que não conhecia pão integral, que nunca tinha comido uma pizza”, comenta Marlise.

“A instrutora também trabalha o aspecto pessoal nos cursos, além do desenvolvimento das receitas. Elas fazem rodas de conversas, formando laços e amizades, trocando experiências. Cria-se uma rede de apoio. Tudo resulta numa sensação de igualdade, empoderamento, recuperação de dignidade, até da saúde e bem-estar”, complementa.

A iniciativa surgiu dentro de um trabalho já desenvolvido pela coordenadoria nacional do Rotary Club, chamado “Mulheres Inspiram Mulheres”, que incentiva as integrantes das associações a se tornarem propagadoras do desenvolvimento feminino. Dessa forma, o projeto “Espelhar o Bem” tem a proposta de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da mulher e de seus familiares, bem como de toda comunidade, além de fomentar a autoestima e o empoderamento feminino.

Inclusão social e econômica

Há quase dois anos, a dona de casa e empresária Rosana Cardoso da Costa e o marido saíram de São Paulo, na capital, para viver em Planalto, em busca de uma vida mais tranquila. A nova realidade, apesar de ter sido uma escolha do casal, também trouxe desafios de adaptação. Em busca de uma ocupação e de uma renda extra, Rosana viu no SENAR-PR uma oportunidade, tanto que participou de um dos cursos de panificação ofertados pelo projeto.

Essa iniciativa é muito importante para a vida das pessoas, principalmente para nós, de mais idade, que às vezes olhamos para vida e achamos que não temos mais utilidade. Isso não é verdade. Nunca é tarde para aprender algo novo

Rosana Cardoso da Costa, empresária rural

O plano de Rosana é, futuramente, investir na comercialização dos produtos artesanais. No momento, ela está se planejando para investir em uma infraestrutura capaz de atender os clientes. “Preciso melhorar alguns recursos, como um forno maior. Eu penso em investir em produtos de acordo com a época, por exemplo, no Natal, fazer panetones. Mas, agora, só de não precisar mais comprar esses produtos que hoje eu faço em casa, já alivia bastante no meu orçamento”, elenca Rosana, que também pretende continuar se capacitando por meio do projeto.

O curso também se mostrou uma oportunidade para Andréia Monteiro da Cruz, que já trabalha na área de panificação. Ela vende produtos para uma clientela fixa por meio do aplicativo WhatsApp. “Eu tinha vontade de aprender coisas novas e, como já faço parte do ramo, quero sempre levar o melhor para os meus clientes”, afirma. “Aprendi a usar os métodos certos para fabricar qualquer tipo de panificação. Foi meu primeiro curso pelo SENAR-PR e não vejo a hora de fazer mais”, acrescenta.

“Estamos desenvolvendo um excelente trabalho no município por meio desse projeto, qualificando as mulheres, promovendo mais conhecimento, saúde e qualidade de vida. Em cursos como esse de panificação, a gente traz o regaste da alimentação artesanal, agregando valor a esses produtos. É um resgate do que nossas mães e avós faziam”, salienta Claudete Labonde, instrutora do SENAR-PR que atua nas capacitações em Planalto.

Feira itinerante corrobora na renda das produtoras

O projeto “Espelhar o Bem” também resultou em uma feira para exposição e comercialização dos produtos fabricados pelas mulheres. A iniciativa recebeu o nome de “Feira em Movimento” por ser itinerante, ou seja, estruturada para acontecer em várias localidades do município, com foco nas comunidades da zona rural.
A primeira edição da feira, realizada em dezembro de 2022, contou com a participação de 19 expositoras, que comercializaram R$ 20 mil. A segunda edição, em abril de 2023, obteve um lucro de R$ 8 mil. “Além de envolver a família e aproximar a comunidade, a feira é uma forma de alternativa de renda. Conseguimos desenvolver vários aspectos, econômico e social, resultando no reaproveitamento de itens das propriedades rurais. As mulheres perceberam sua capacidade de produção”, avalia Marlise Diefembach, secretária municipal de Indústria e Comércio e uma das coordenadoras do projeto. Além disso, a iniciativa “Espelhar o Bem” obteve reconhecimento em nível regional, em um concurso de projetos promovido pela ASR, que premiou trabalhos desenvolvidos na região, de acordo com sua relevância, abrangência e impacto social.

Imprensa

Composto por jornalistas e diagramadores, o Departamento de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR desenvolve a divulgação das ações da entidade. Entre suas tarefas, uma é o relacionamento com a imprensa, incluindo a do setor agropecuário e também os veículos

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio