Sistema FAEP/SENAR-PR

Rebanho suíno cresce 6,3% no país e Paraná lidera ranking

Em 2005, primeiro ano da pesquisa, plantel era de menos de 35 milhões

As criações brasileiras de suínos e galináceos cresceram em 2015 para o maior patamar da série histórica, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa da Pecuária Municipal. A pecuária suína no Brasil alcançou 40,33 milhões de cabeças em 2015, com alta de 6,3% sobre 2014. Foi a primeira vez que o total de animais passou de 40 milhões. Em 2005, primeiro ano da pesquisa, o rebanho era de menos de 35 milhões.

Quase metade da produção suína no Brasil está na região Sul, com 49,3%, e o Paraná é o Estado com maior peso nesta atividade, com 17,7% de todo o rebanho nacional. No entanto, não é o maior produtor e exportador da carne do animal. De acordo com dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Santa Catarina é líder em produção, com 900,4 mil toneladas em 2015. Na segunda colocação está o Rio Grande do Sul, com 713,6 mil toneladas. O Paraná está em terceiro, com 542,2 mil toneladas produzidas no ano passado.

Galináceos

Desde 2005, o efetivo de galináceos (galos, galinhas, frangos, pintos e pintainhas) tem crescido no Brasil, com a exceção de 2012, quando a agropecuária brasileira foi afetada pelo tempo mais seco.

Fonte: Gazeta do Povo

Carlos Filho

Jornalista do Sistema FAEP/SENAR-PR. Desde 2010 trabalha na cobertura do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial). Atualmente integra a equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR na produção da revista Boletim Informativo, programas de rádio, vídeos, atualização das redes sociais e demais demandas do setor.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio