Sistema FAEP/SENAR-PR

China vai liderar importação agrícola mundial em até 10 anos, diz agência

A China se tornará o maior importador de produtos agrícolas do mundo dentro de cinco a 10 anos devido às limitadas terras aráveis e de tecnologias "relativamente fracas" de cultivo, informou a China News Agency nesse fim de semana, citando Cheng Guoqiang, pesquisador do Centro de Pesquisa de Desenvolvimento do Conselho de Estado do país.

Cheng revelou que a área agrícola per capita na China é 40% menor do que a média global, de acordo com a agência de notícias. O país agora é o principal importador de soja e algodão do mundo, importante comprador de açúcar e está se tornando um grande participante do comércio global de milho, à medida que a renda cresce e as pessoas incorporam mais carnes em suas dietas.

O pesquisador disse ainda que importar soja é "inevitável", segundo uma reportagem publicada nesse domingo, dia 6, separadamente no site oficial do Fórum Pequim, evento do qual Cheng participou. As importações da oleaginosa começaram a subir logo depois que a China se juntou à Organização Mundial de Comércio (OMC), em 2001, e alcançaram um recorde de 54,8 milhões de toneladas, ou quase 80% do consumo doméstico, em 2010.

Também no ano passado, o país se tornou um importador líquido de milho – utilizado principalmente na fabricação de ração animal -, após 14 anos de autossuficiência. De acordo com o Centro Nacional de Informação de Óleos e Grãos da China (CNGOIC, na sigla em inglês), as importações do grão devem totalizar cinco milhões de toneladas em 2011/2012.

Fonte: Canal Rural

DETI

O Departamento de Tecnologia da Informação (Deti) do Sistema FAEP/SENAR-PR, formado por profissionais da área, é responsável pela gestão tecnológica do portal da entidade, desde o design, primando pela experiência do usuário, até suas funcionalidades para navegabilidade.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio