Sistema FAEP/SENAR-PR

Demanda se aquece após volume da laranja precoce diminuir

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea), como o volume de precoces já se reduziu, a procura pela fruta tipo pera tem se intensificado

Mesmo com a maior procura pela laranja in natura, os produtores rurais não têm conseguido ofertar as variedades com o padrão de qualidade demandado pelo segmento.

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea), como o volume de precoces já se reduziu, a procura pela fruta tipo pera tem se intensificado.

Entre os dias 2 e 6, a fruta foi negociada a R$ 26,04 a caixa de 40,8 quilos, na árvore, praticamente estável (-0,7%) em relação ao período anterior.

No caso da lima ácida tahiti, produtores interromperam novamente a colheita da variedade, no intuito de impulsionar os preços. O produto foi negociado a R$ 24,58 a caixa de 27 quilos, colhida, alta de 10,8% em relação à semana passada.

Fonte: Canal Rural.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • _DSC2595
  • _O1A7773
  • _O1A7807
  • _O1A7831
  • _O1A7844
  • _O1A7760
  • _O1A7739
  • _O1A7747
  • _O1A7676

Boletim no Rádio