Sistema FAEP/SENAR-PR

El Niño mais forte em quase 20 anos chega ao fim

Centro de meteorologia australiano é o primeiro a declarar o encerramento do fenômeno

O El Niño mais forte em quase 20 anos, que danificou a produção das lavouras na Ásia e causou escassez de alimentos, acabou, informou nesta terça-feira o Centro de Meteorologia Australiano (BOM, na sigla em inglês). Indicadores climáticos associados ao El Niño, que surgiu em 2015, agora retornaram a níveis neutros, disse o BOM.

O último El Niño resultou em aumento das temperaturas do oceano aos maiores níveis em 19 anos, causando tempo mais seco que o normal, o que resultou em uma queda na produção de trigo, óleo de palma e arroz na Ásia. O fim do El Niño não foi inesperado, com os indicadores climáticos esfriando nos últimos meses, mas o BOM da Austrália é a primeira grande agência de meteorologia a declarar o encerramento do fenômeno.

Fonte: Reuters

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.53.29
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.53
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.52
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.07
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.09
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.11
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.05
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.52.02
  • WhatsApp Image 2022-04-27 at 13.51.57

Boletim no Rádio