Sistema FAEP/SENAR-PR

Em Cianorte, encontro regional de líderes destaca união do setor

Quarto evento do roteiro de 11 reuniu 179 produtores e lideranças rurais de 21 municípios

Quando acordou, na manhã desta terça-feira (11), a produtora Erondina Facinni Gonçalves, de Cianorte, só se preocupava em não perder tempo: “Vou chegar na hora porque vai ser muito bom”. A inquietação se referia ao Encontro Regional de Líderes Rurais, promovido pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, que ela aguardava, com expectativa, há mais de uma semana, uma vez que se trata de uma oportunidade de estreitar laços, trocar experiências e cultivar conexões. “Convidei algumas amigas para virem comigo, pois precisamos estar presentes para fortalecer a união”, disse.

Confira as fotos do evento no Flickr
Erondina Facinni Gonçalves, produtora rural em Cianorte

O evento realizado em Cianorte, no Norte do Estado, reuniu 179 participantes que vieram de 21 municípios da região. Na programação, produtoras e produtores rurais encontraram palestras, dinâmicas e relatos inspiradores de líderes do meio rural. Esse foi o quarto encontro realizado em 2024, que já passou por Ribeirão Claro, Londrina e Maringá. Desde a primeira edição, o Encontro Regional de Líderes Rurais mobiliza um verdadeiro exército de produtores e produtoras rurais, em todas as regiões do Paraná, com o objetivo de fomentar o surgimento de novos líderes e discutir o futuro do agronegócio paranaense.

O presidente do Sindicato Rural de Cianorte, Diener Gonçalves, abriu o evento agradecendo ao público feminino presente no evento. “As mulheres fazem a diferença agora e vão fazer muito mais. Temos visto que as mulheres do campo são tão protagonistas quanto os homens”, comparou.

Diener Gonçalves, presidente do Sindicato Rural de Cianorte

Na sequência, o presidente do Sindicato Rural de Altônia e do Núcleo dos Sindicatos Rurais de Entre Rios, Braz Pedrini, destacou a importância de um sindicato bem organizado e o papel relevante que desempenha na esfera municipal. “O sindicato rural representa a FAEP, o SENAR-PR e os agricultores em um município. Então a importância dele é muito grande. Se for um sindicato atuante e organizado, esse sistema estará bem representado”, afirmou.

Braz Pedrini, presidente do Sindicato Rural de Altônia e do Núcleo dos Sindicatos Rurais de Entre Rios

De forma participativa, demonstrando que as conquistas do setor são construídas coletivamente, o diretor secretário do Sistema FAEP/SENAR-PR, Livaldo Gemin, levou ao palco os integrantes da diretoria presentes no evento em Cianorte. “Esses são os líderes que fizeram com que a gente chegasse até aqui. E tudo se faz em conjunto, somos uma diretoria participante de longo tempo”, destacou.

Livaldo Gemin, diretor secretário do Sistema FAEP/SENAR-PR

O vice-presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Eduardo Meneguette, também destacou a força da união. “Nós fazemos diferença porque sempre estamos juntos, lutamos juntos e choramos juntos as dores do agro”, afirmou. “Muita gente reclama do prefeito e do vereador. Estamos em ano eleitoral, então olhem para as pessoas em quem vocês vão votar, principalmente as que defendem o agronegócio, a nossa causa”, recomendou.

Ágide Eduardo Meneguette, vice-presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR

O diretor financeiro do Sistema FAEP/SENAR-PR, Paulo Buso, destacou os números dos eventos nos anos anteriores, reforçando a mobilização no campo. “Nas três edições anteriores tivemos a presença de 3,5 mil participantes, média de 135 sindicatos rurais e 190 municípios envolvidos. Esse ano, com certeza, vamos ultrapassar esses números, principalmente porque as mulheres estão fazendo a diferença no sistema”, afirmou.

Paulo Buso, diretor financeiro do Sistema FAEP/SENAR-PR

Já o presidente do Sindicato Rural de Mandaguaçu e do Núcleo de Sindicatos Rurais do Noroeste do Paraná (Nurespar), Francisco Nascimento, ressaltou a importância da união e da força política do associativismo para enfrentar dificuldades. “Estamos passando por um momento [político] difícil, mas temos como reverter. Não podemos esmorecer. O sindicato rural é uma ferramenta importante para todos os agricultores”, conclamou.

Francisco Nascimento, presidente do Sindicato Rural de Mandaguaçu e do Nurespar

Jogo de tabuleiro

Na programação, o 4º Encontro Regional de Líderes Rurais contou com uma dinâmica inédita. Os participantes foram distribuídos de forma a ficarem na mesma mesa de pessoas desconhecidas, vindas de diferentes municípios, para favorecer a troca de experiências. Utilizando um jogo de tabuleiro, o consultor do Sistema FAEP/SENAR-PR Claudinei Alves envolveu os participantes em uma disputa no qual cada grupo representava um sindicato rural. O objetivo é que cada participante se coloque no lugar da entidade e conheça, mais profundamente, o seu papel.

Sindicato Protagonista

Na sequência, a coordenadora regional da Comissão Estadual de Mulheres da FAEP (CEMF) Simone de Paula, do município de Rondon, apresentou o Projeto Sindicato Protagonista, que tem como objetivo ajudar as entidades sindicais a aprimorarem seu desempenho. Para isso, os sindicatos rurais que desejam participar da iniciativa desenvolvem um planejamento estratégico, trazendo ações que devem ser executadas ao longo de 12 meses.

Na ocasião, os sindicatos rurais de Cianorte, Rondon e Mariluz assinaram o termo de adesão ao Projeto Sindicato Protagonista. “Esse projeto é uma engrenagem que alavanca todo o sistema e ajuda a termos sindicatos e uma FAEP fortes, para atender todas as nossas demandas”, destacou o presidente do Sindicato Rural de Mariluz, Mar Sakashita.

Cavaleiro das Américas

A palestra magna do evento é conduzida por Filipe Masetti, conhecido como “Cavaleiro das Américas”, que ganhou destaque internacional ao promover uma travessia a cavalo entre dois dos mais importantes rodeios do mundo: Calgary, no Canadá, e Barretos, em São Paulo. Essa foi a primeira etapa de uma missão, num trajeto de 16 mil quilômetros marcados por provações de todo tipo. A segunda etapa da empreitada levou Masetti até Ushuaia, cidade mais austral do planeta, localizada na Patagônia argentina. Na terceira jornada, Masetti fez a travessia entre o Alasca, nos Estados Unidos, até, novamente, a Calgary. Dessa forma, o cavaleiro brasileiro foi considerado a pessoa mais jovem do mundo a percorrer mais de 23 mil quilômetros a cavalo.

Nessa jornada, Masetti experimentou a incerteza, a solidariedade e aprendeu a encarar os desafios. “Desistir dos seus sonhos nunca pode ser uma opção”, pontificou.

Confira as fotos do evento:

20240611091454_AX4A7899

Veja as datas dos próximos encontros:

  • 12/06: Pitanga
  • 13/06: Guarapuava
  • 18/06: Medianeira
  • 19/06: Pato Branco
  • 25/06: Teixeira Soares
  • 26/06: Castro
  • 27/06: Rio Negro

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Boletim no Rádio