Sistema FAEP/SENAR-PR

FAEP condena novo ato de violência contra agricultor na região de Guaíra

Produtores rurais precisam de segurança jurídica para poder continuar produzindo alimentos

A Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) repudia o novo ataque a um agricultor por supostos indígenas, na região de Guaíra, no Oeste do Paraná. No dia 4 de fevereiro, enquanto vistoriava sua lavoura, o produtor rural Carlos Ferraz Braga foi surpreendido por quatro supostos indígenas, que o amarraram pelos braços e pelas pernas e o agrediram com socos e chutes. A propriedade de Braga fica a 600 metros de distância de uma área de invasão.

Esse é mais um caso de agressão contra produtores rurais na região de Guaíra. No dia 10 de janeiro, durante a invasão de propriedade rural por supostos indígenas, um agricultor foi sequestrado e seus familiares ameaçados.

Diante desta situação, a FAEP cobra das autoridades estaduais e federais a identificação e punição dos responsáveis pelas agressões aos produtores rurais. Além disso, a entidade insiste para que haja a resolução das questões envolvendo invasões de propriedades rurais na região de Guaíra. Somente desta forma é possível evitar novas ocorrências na região.

Ainda, a FAEP ressalta que existe a Lei 14.701/2023, promulgada pelo Congresso Nacional, que fixa a data para a demarcação das áreas indígenas. E que os produtores rurais precisam de segurança jurídica para poder continuar produzindo alimentos.

Imprensa

Composto por jornalistas e diagramadores, o Departamento de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR desenvolve a divulgação das ações da entidade. Entre suas tarefas, uma é o relacionamento com a imprensa, incluindo a do setor agropecuário e também os veículos

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio