Sistema FAEP/SENAR-PR

Força-tarefa internacional desenvolve trigo resistente ao calor extremo

trigo_gPesquisadores norte-americanos formaram uma força-tarefa para o desenvolvimento de variedades de trigo resilientes aos efeitos do aquecimento global e das mudanças climáticas. A equipe é liderada pela Universidade Estadual de Kansas, com a participação do Centro Internacional de Melhoria de Milho e Trigo (CIMMYT), a Universidade Cornell e o USDA (Departamento de Agricultura dos EUA, na sigla em inglês).

A força-tarefa vai utilizar seleção genômica com o objetivo de desenvolver variedades resistentes ao calor extremo, mas com alto rendimento e aceitas pelos produtores. O grupo focal inicial do projeto será o trigo do Sul da Ásia, responsável por nada menos que 20% da produção mundial.

De acordo com professor Jesse Poland, geneticista de Kansas, o projeto parte de uma pesquisa já realizada na CIMMYT. “A produção mundial de trigo está aumentando a uma taxa de um por cento ao ano, mas há indícios de estagnação no rendimento em algumas regiões, incluindo o Sul da Ásia”, justifica.

“Os modelos climáticos preveem que as regiões tropicais e subtropicais sofrerão uma redução na produção de 10% a cada 1 grau de elevação na temperatura. Isso provavelmente levaria à diminuição dos níveis de rendimento em 30% nessas regiões [nos próximos anos]”, conclui Poland.

Fonte: Agrolink

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A4228
  • AX4A4219
  • 04128_LIDERES_2022
  • 08760_LIDERES_2022
  • 04117_LIDERES_2022
  • 04039_LIDERES_2022
  • 04069_LIDERES_2022
  • AX4A4850
  • 03552_LIDERES_2022

Boletim no Rádio