Sistema FAEP/SENAR-PR

Ribeirão do Pinhal planeja retomar o Agrinho, parado desde 2015

Wagner Luiz Oliveira Martins, mais jovem prefeito do Paraná, participou do Programa em 1999 e reconhece a importância da metodologia

A roupa social alinhada, o sapato lustrado e a presença constante em gabinetes e escritórios passam, numa primeira análise, a impressão de que Wagner Luiz Oliveira Martins é uma pessoa urbana. Ledo engano. O prefeito de Ribeirão do Pinhal, no Norte Pioneiro do Paraná, é um cidadão com origem no meio rural.

O primeiro contato de Wagner com o campo ocorreu, em 1999, por meio do Agrinho, desenvolvido há 21 anos pelo Sistema FAEP/SENAR-PR. Aos oito anos, o então garoto participou do programa, na categoria redação, com um texto sobre o uso correto de agroquímicos.

“O programa é muito importante e dinâmico, tira o aluno da rotina. Lembro que, na época, fiz visitas em propriedades para conhecer a realidade do produtor”, diz Martins, que lamenta não ter conseguido viajar a Curitiba, na época, para a festa de encerramento, quando os vencedores de cada categoria são revelados.

Alguns anos depois, a família abriu um comércio agropecuário no centro do município, no qual Martins trabalhava. O serviço atrás do balcão permaneceu até o final de 2016, quando foi eleito prefeito de Ribeirão do Pinhal, pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS), com 39,10% dos votos, para a gestão de 2017 a 2020.

Leia o perfil completo aqui.

Carlos Filho

Jornalista do Sistema FAEP/SENAR-PR. Desde 2010 trabalha na cobertura do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial). Atualmente integra a equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR na produção da revista Boletim Informativo, programas de rádio, vídeos, atualização das redes sociais e demais demandas do setor.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX6A1774
  • AX6A1768
  • AX6A1767
  • AX6A1764
  • AX6A1763
  • AX6A1746
  • AX6A1760
  • AX6A1739
  • AX6A1733

Boletim no Rádio