Sistema FAEP/SENAR-PR

SENAR-PR abre seleção para contratar instrutor de MIPD

Credenciamento é voltado a profissionais com graduação em Engenharia Agronômica. Inscrições vão até 10 de março

O SENAR-PR está com edital aberto para credenciamento de instrutores para o curso “Produtor agrícola – Manejo Integrado de Plantas Daninhas (MIPD) – Inspetor de Campo”. Para participar da seleção, os profissionais devem ter ensino superior completo em Engenharia Agronômica e experiência comprovada em MIPD. O prazo para inscrições termina no dia 10 de março.

As inscrições devem ser realizadas por envio de formulário preenchido e documentação específica, de acordo com o edital e anexos. Os profissionais poderão ser convocados para atuar em todos os municípios do Paraná, conforme demanda.

A seleção será composta por seis etapas eliminatórias: inscrições de pessoas jurídicas, triagem de currículos, prova técnica classificatória (via EaD), prova pedagógica classificatória (via EaD), capacitação técnica dos profissionais (presencial) e avaliação técnico-pedagógica (presencial). A última fase será composta por uma apresentação de aula demonstrativa, em que serão avaliados os conceitos apresentados na formação técnica bem como o planejamento da ação docente.

Poderão participar do credenciamento empresas do ramo de prestação de serviços, como cursos, treinamentos, palestras, entre outros. Está vedada a participação de Empresas individuais, microempreendedores individuais (MEI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) e cooperativas.

Curso

Os produtores, trabalhadores rurais e profissionais do setor agrícola serão capacitados no desenvolvimento de estratégias eficientes de controle de plantas daninhas na cultura da soja e milho. Com carga horária de 52 horas, o treinamento de MIPD vai fornecer conhecimentos atualizados e embasados cientificamente visando a tomada de decisões e a implementação de práticas sustentáveis.

Os conteúdos abrangem a identificação e classificação das principais espécies de plantas daninhas; fatores que afetam o desenvolvimento das plantas daninhas; manejo cultural, como rotação de culturas, cobertura de solo e adubação adequada; manejo físico, como capina manual, roçagem e uso de coberturas plásticas; manejo químico, como seleção e aplicação correta de herbicidas; manejo biológico, como uso de organismos naturais para o controle de plantas daninhas; estratégias integradas de manejo de plantas daninhas; monitoramento e avaliação dos resultados do manejo; boas práticas agrícolas para prevenção e controle; e práticas de monitoramento de campo.

Bruna Fioroni

Jornalista com formação em UX Writing e UX Design. Tem experiência em produção de reportagens e roteiros, criação de conteúdo multimídia, desenvolvimento de estratégias de comunicação e planejamento de campanhas de marketing, com foco na experiência do usuário. Atualmente faz parte da equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio