Sistema FAEP/SENAR-PR
Equipamentos para colégios agrícolas do Paraná. Aparelhos de GPS, tablets, drones, etc.

SENAR-PR entrega mais de 480 equipamentos para colégios agrícolas do Paraná

Entidade investiu R$ 3,2 milhões na parceria, dos quais R$ 2 milhões destinados à aquisição de aparelhos de GPS, tablets, drones, entre outros materiais, para capacitar mais de 1,5 mil alunos

O SENAR-PR fez a entrega oficial, nesta quinta-feira (30), de 484 equipamentos e kits para serem utilizados em aula nos 23 colégios agrícolas do Paraná. A aquisição dos aparelhos – na qual foi investida a soma de R$ 2 milhões – é mais uma etapa do Programa Agropecuária 2030. A iniciativa é uma parceria do SENAR-PR com a Secretaria de Estado da Educação (Seed), com o objetivo de colocar os colégios agrícolas na era digital (veja mais detalhes abaixo). A parceria envolve recursos da ordem de R$ 3,2 milhões, sendo R$ 1,2 milhão para a capacitação de instrutores e no desenvolvimento de treinamentos.

Confira as fotos do evento:

AX4A0071

Os materiais foram repassados à Seed pelo presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, em cerimônia realizada no Colégio Estadual de Educação Profissional (CEEP) da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O evento contou com a participação de Meneguette; do secretário estadual de Educação, Roni Miranda Vieira; do prefeito da Lapa, Diego Ribas; e dos vereadores e diretores dos 23 colégios agrícolas do Paraná – responsáveis pela educação de mais de 1,5 mil estudantes. Também participaram o diretor-financeiro do Sistema FAEP/SENAR-PR, Paulo Buso; o diretor secretário, Livaldo Gemin; e a diretora-técnica, Débora Grimm.

O presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette

“Nesta semana, um estudo apontou que quem tem ensino técnico ganha até 32% mais do que quem faz o ensino médio regular. O mundo não quer mais certificado, quer conhecimento. E essa é a nossa meta: levar conhecimento atualizado aos nossos estudantes”, disse Meneguette. “Com essa aposta no conhecimento, tenho certeza de que vamos ter uma geração mais preparada para as novas tecnologias, com profissionais melhores e mais bem formados”, acrescentou.

Entre os equipamentos repassados aos pelos colégios agrícolas estão 21 aparelhos de GPS portáteis, 23 GPSs agrícolas e 23 tablets. O pacote contempla, ainda, amostradores de solo, fluxômetros e termohigroanemômetros, além de kits de ordenha, de aplicação de agroquímicos e de perdas. Ainda serão entregues, posteriormente, drones e penetrômenos de solo.

O secretário estadual de Educação, Roni Miranda Vieira

“Hoje, apenas 15% dos alunos que concluem o ensino médio conseguem acessar o ensino superior. Com esse indicador, traçamos uma política voltada ao ensino técnico. O Paraná é, hoje, o Estado que mais oferta educação técnica. O jovem já sai da escola com uma profissão”, apontou Miranda. “E o Ensino Técnico não pode ser arcaico. Por isso, essa parceria com o Sistema FAEP/SENAR-PR. Já foi assim no programa Agrinho e, agora, nesta nova iniciativa. É o setor agropecuário valorizando a educação pública”, destacou o secretário.

Programa Agropecuária 2030

Lançado no segundo semestre deste ano, o Programa Agropecuária 2030 é uma iniciativa de formação profissional, voltada a colocar os alunos dos colégios agrícolas em contato com conceitos e disciplinas modernas, que até então não estavam contempladas na grade curricular. Para isso, o SENAR-PR desenvolveu quatro módulos: Agricultura de Precisão (AP), de Drones Agrícolas, de Mecanização Agrícola e de Pecuária, que serão cursados por todos os alunos dessas escolas técnicas.

A formatação do programa começou em dezembro de 2022, com o desenvolvimento dos módulos. O plano de aulas foi construído coletivamente por técnicos e instrutores do Sistema FAEP/SENAR-PR no Centro de Treinamento Agropecuária (CTA) da entidade em Ibiporã, na região Norte do Paraná.

No caso da formação em AP, os profissionais passaram por uma atualização na Escola Superior de Agricultura, da Universidade de São Paulo Luiz de Queiróz (Esalq/USP), em Piracicaba, no interior paulista. O programa também conta com material didático exclusivo, em consonância com as demandas dos estudantes.

O programa é levado às escolas por 24 instrutores. Para garantir a efetividade das aulas, os módulos contarão com avaliações em 360º – ou seja, em que todos os atores se avaliam: instrutores, alunos e colégios. O Agropecuária 2030 também tem envolvido professores dos colégios.

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • IMG_7804
  • IMG_7797
  • IMG_7803
  • IMG_7790
  • IMG_7793
  • IMG_7787
  • IMG_7775
  • IMG_7783
  • IMG_7771

Boletim no Rádio